"Quem medirá o calor e a violência do coração dos poetas, quando capturados e aprisionados no corpo de uma mulher?" Virgínia Woolf

sábado, 15 de outubro de 2011

Nau frágil

E nem quero retornar ao barco
que se afundou.
Não sei nadar de amor...

(Raquel Amarante)

13 Comentários:

Daniela disse...

Poético !

Bjo :)

Alê disse...

Raquel,

Que lindo isso...

Faço das tuas palavras, as minhas,

Não sei nadar de amor... Eu apenas sei me afogar dele

Assis Freitas disse...

e o amor submerge,


beijo

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Gosto de palavras
assim.
que chegam simples
e nos inundam
de sentimentos.

Lindo ver
como seu blog,
fica cada vez
mais belo,
repleto de essências,
e de vida,
maravilhosa vida.


Que os sonhos te habitem
o coração, sempre...

Leonardo Valesi Valente disse...

Este não-saber te salvaou para a escrita. Nada que por nadar te recomplete de vida. Adorei o que li!
Saudações poéticas,
Leonardo Valente
http://lioh.arteblog.com.br/

André Goulart disse...

Entrei no seu blog por acaso, via twitter, e quando li essas três frases justapostas, disse pra mim mesmo: -Meu Deus, o que é isso? (R. -Talento)

Raquel Amarante disse...

Agradeço o carinho dos blogueiros...
Sejam mto bem vindos Leonardo e André!!!
O varal fica mais belo com a presença de vcs!

Raquel Amarante disse...

Aluísio, suas visitas sempre me deixam mto feliz!!! Alê, tava com saudades!

Raquel Amarante disse...

Bjo Dani! Bjo mestre Assis!

Anônimo disse...

Sereias, escafandristas, monstros marinhos...
Oferendas à deriva no mar,
nadar e nada de amar, ainda que a seja a nau frágil, pois o amor se salva, de nada nadar é amor...

Ah, poetisa, como a sua sensibilidade deixa-me boiando de pasmo como um marinho de primeira viagem quando que em alto mar se descobre em intempérie missão quando lhe vejo com que denodo de pirata das águas poéticas vai sulcando as ondas e pilhando embarcações inteiras de palavras para poder resgatar das profundezas do mar tesouros perdidos de poéticos "nau frágil".

Raquel Amarante disse...

Ai, como merguhar neste mar de palavras é bom quando se tem lindos amigos marinhos... Bjo querida!

Fernanda Fraga disse...

Eu fico é naufragada por aí nesses arquipélagos de amor.

Um beijo

Zaraminko disse...

Perfeito!Adoro poetrix!Que bom ter descoberto seu blog!

Postar um comentário

Você pode fazer comentários mesmo sem ter uma conta do Google ou sem ter um site. Basta clicar em Nome/URL, colocar seu nome e comentar. Sejam bem vindos! ;)

Seguidores

Canções do Varal