"Quem medirá o calor e a violência do coração dos poetas, quando capturados e aprisionados no corpo de uma mulher?" Virgínia Woolf

domingo, 9 de setembro de 2012

Esquemas


Minha vida esquemática
Esbarra sempre na matemática
do vazio da irresolução.
Necessidade de engenharia
de esquemas, fluxogramas e projetos
Enquanto o fluxo sanguíneo é controverso
E a alma fluída, vagueia pela “Vaga música”
Uso da canção como “ancoragem”
Para mais um esquema em memória frágil
Quero retornar a sentimentos através do acorde
lançado sobre minha audição.
Essa, tão
inaudível aos berros, aos pais, à multidão.
Gritos não são ouvidos.

(Raquel Amarante - 2010)

2 Comentários:

Anônimo disse...

A vida é, das "ciências" inexatas, a coisa mais exata em sua inexatidão de ser, existir e de viver.
Perplexidade, descoberta e beleza tão intrínsecas à sua vida
que a gente às vezes até mesmo dúvida
da exatidão da vida.
No entanto, a gente a vive assim mesmo, e por isso mesmo,
do perdão de dívida, cuja credora
é a louca, imprevisível e generosa vida da infinita exponencial e impagável dívida de cada dia,
sem juros de dúvida
ou de implícito juramento de morte na vida na sublime inexatidão de viver vivendo...

Obs.: Ah, sua "audição tão inaudível aos berros, aos pais, à multidão" e a tudo aquilo que um dia quis indicar a mais mouca pressão pode ser ouvida seu anseio em destroçar e afundar âncoras, por um momento talvez tão opressivas, e do farol submerso ver sua alma zarpar por mares nunca dantes navegados e velejar pelas vagas no breve encontro de um porto seguro na "vaga música" da canção.
Mas não esquenta, relaxa, pois tudo ainda está no esquema, ó incompreendido ser, entre a adolescência que se finda e a maioridade que se inicia, nos idos de 2010.

Raquel Amarante disse...

"Tudo está consumado". A beleza de suas palavras transcende todo e qualquer momento...

Postar um comentário

Você pode fazer comentários mesmo sem ter uma conta do Google ou sem ter um site. Basta clicar em Nome/URL, colocar seu nome e comentar. Sejam bem vindos! ;)

Seguidores

Canções do Varal