"Quem medirá o calor e a violência do coração dos poetas, quando capturados e aprisionados no corpo de uma mulher?" Virgínia Woolf

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Escravos bem pagos

estudar, estudar, estudar...
trabalhar, trabalhar, trabalhar...
pra ser alguém na vida.
Alguém sem vida.

(Raquel Amarante)

2 Comentários:

Anônimo disse...

Viva o C., que em verdade,
não é ideologia,
mas a pura oportunidade
da terra chamada liberdade!

P.S. I: Ó poetisa, quanto rancor ideológico trazeis nesta quadra!
Ou seria simplesmente um lapso
da mais laboriosa vadiagem?

P.S. II: Mas por falar em trabalho e em estudo, tivera, ao que parece, uma noite de natal muito laboriosa, hein?
Assim, enquanto Papai Noel percorria o céu do globo em sua "inconteste" missão, eras tu, que verdadeiramente prepara-nos os seus, nossos, poemas de natal...

Feliz Natal, querida poetisa.


Raquel Amarante disse...

:)) Felicidades natalinas!!!
Sou 'kunderiana' à procura da leveza insustentável... Muito peso de responsabilidades nos impedem de experimentar a leveza...
Trabalhar e estudar é bom, mas os excessos e toda a cultura de chegar à excelência, dar a vida pela empresa... :PP
A vida é muito curta - para quem não crê em céu e inferno ou pós vida - é preciso vivê-la de fato...

Postar um comentário

Você pode fazer comentários mesmo sem ter uma conta do Google ou sem ter um site. Basta clicar em Nome/URL, colocar seu nome e comentar. Sejam bem vindos! ;)

Seguidores

Canções do Varal