"Quem medirá o calor e a violência do coração dos poetas, quando capturados e aprisionados no corpo de uma mulher?" Virgínia Woolf

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Tempo

Faz
hora extra
porra.

(Raquel Amarante)

P.S: coração agradece.

4 Comentários:

Anônimo disse...

Hahaha...

Otimo, poetisa, mas muito indecoroso.
Pois observo que andas muito malcriada a dar esporros em seres mágicos, como é o caso do Sr. Tempo. Pra quem, tadinho, neste correria de fim também deve se assoberbar de trabalho e falta tempo.

P.S.: Mas o Tempo é o Sr. das horas, dos dias, de si mesmo. É senhor, não proletário, e não deve precisar de hora extra.

P.S.: Tomei a visão, e principalmente as dores, do Tempo que propriamente a sua, a nossa, que realmente temos cada desejo em relação ao tempo, hein?

Raquel Amarante disse...

kkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

kkkk ???

"O Tempo, chaga sem pus.

Tempo, contratempo,
anulam-se, mas resta
o sonho de viver" *...

By CDA

* - mas resta tempo?

Raquel Amarante disse...

pra devanear sempre resta...

Postar um comentário

Você pode fazer comentários mesmo sem ter uma conta do Google ou sem ter um site. Basta clicar em Nome/URL, colocar seu nome e comentar. Sejam bem vindos! ;)

Seguidores

Canções do Varal