"A minha intimidade? Ela é a máquina de escrever. " Clarice Lispector

"A minha intimidade? Ela é a máquina de escrever. " Clarice Lispector

domingo, 6 de dezembro de 2015

Solicitação em anexo

Permita-te te amar
menos e melhor
amar sem atropelos.

Diminuir os batimentos
A pressão arterial.
As cartas. Os selos.

Permita-me o banal
O todo dia, o rotineiro
Minhas tranças, teus pelos.

Se achegue na minha história
Na minha memória e desassossego.
Permita-me te amar

Permita-me.pdf
Permita-me.doc
Permita-me.jpeg

Um comentário:

  1. Amor nos tempos de agora, sem acasos, somente em procuração. Gostei. :)

    ResponderExcluir

Você pode fazer comentários mesmo sem ter uma conta do Google ou sem ter um site. Basta clicar em Nome/URL, colocar seu nome e comentar. Sejam bem vindos! ;)

Canções do Varal

Seguidores

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...