"A minha intimidade? Ela é a máquina de escrever. " Clarice Lispector

"A minha intimidade? Ela é a máquina de escrever. " Clarice Lispector

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Carta não enviada nº 28: Paciência

Bento,

Paciência!


Dizem que é uma virtude. Nunca fui muito virtuosa... Talvez, mais virtual. Um dia eu aprendo a soltar mensagens na fumaça. Enquanto isso, apenas reflito meus crimes que não estão no código penal, mas que penalizam do mesmo jeito. Quando lhe digo que é melhor não mexer na caixa de escorpiões, é porque sei o que digo... Uma crença quase delirante e fixa de crer estar sempre certa nessas pequenas profecias do dia-a-dia. Já vi esse filme, sei onde vai dar. Quase que um conhecimento acumulado ao longo dos séculos, da memória genética, da ancestralidade herdada junguiana... Algumas certezas fundamentais... Como a certeza que tudo se transforma... Nada tende a ficar com está.
Tenho essa coisa certa de não saber nunca o que esperar de você... Portanto, nada espero. 


Stella Graal


Saiba mais sobre esta e as outras cartas: Sobre as "Cartas não enviadas" 








Canções do Varal

Seguidores

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...