"Quem medirá o calor e a violência do coração dos poetas, quando capturados e aprisionados no corpo de uma mulher?" Virgínia Woolf

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Amor teatral

coadjuvante
vira
personagem principal.

(raquel amarante)

2 Comentários:

Anônimo disse...

O mundo é um teatro.
E amor tem mais represatações
do que supoe a vã arte da
humana encenação.

P.S.: Ó Amor, tu és uma farsa
na fala, na cena, no ato, tem todas
as mascaras mas escancara um rosto
de cara imperscrutavelmente limpo!

Sr. Reticente disse...

Ow se vira... Os papéis invertem que a gente nem percebe!!!

Postar um comentário

Você pode fazer comentários mesmo sem ter uma conta do Google ou sem ter um site. Basta clicar em Nome/URL, colocar seu nome e comentar. Sejam bem vindos! ;)

Seguidores

Canções do Varal