"A minha intimidade? Ela é a máquina de escrever. " Clarice Lispector

"A minha intimidade? Ela é a máquina de escrever. " Clarice Lispector

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Luís Gustavo

Luís Gustavo.
Maconheiro
Ninfomaníaco
Geminiano
com seus alelos de gene recessivo
na pigmentação.
Cultuava o Sabbath Negro
e um olhar hipnótico.
Pensador desde o colegial
- debates, embates, pontos de vista. -
Um cara a frente de qualquer tempo...
Que cultivava o deletério do seu ano serpente.
Gusta conheceu Joana.
Joana,
faz uso do chá ayahuasca.
Abençoada pela cruz caravaca
apadrinhada pelo Mestre Irineu
morena bela
de peitos fartos
boa de cama
coração bom.
Tiveram Nina
menina de olhar profundo...
Nina é cara de Gustavo.
Nina era tudo que Gustavo precisava.
Gustavo encontrou no amor
o Eu Superior que ele procurava.
Gustavo não terminou sua narrativa neste fragmento não
Gustavo tem muita história pra contar e pra viver
os dentes permanentes de Nina acabaram de nascer.

(Raquel Amarante)




Um comentário:

Você pode fazer comentários mesmo sem ter uma conta do Google ou sem ter um site. Basta clicar em Nome/URL, colocar seu nome e comentar. Sejam bem vindos! ;)

Canções do Varal

Seguidores

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...