"A minha intimidade? Ela é a máquina de escrever. " Clarice Lispector

"A minha intimidade? Ela é a máquina de escrever. " Clarice Lispector

quinta-feira, 16 de março de 2017

Read overdose vinho

aromatizado nos campos de concentração
fermentado em temperaturas infernais
intenso, jovem, frutado, pornô
amado amargor cereja morango
baunilha tostado em estado ébrio
complexo, harmônico, potente, selvagem
limitado, mas sem limitações
feminino, surpreendente na boca e adendos
exuberante, muito encorpado, coxas e bundas
com notas de couro
acompanha amores verdes
amores maduros
amores de vênus retrogrado.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você pode fazer comentários mesmo sem ter uma conta do Google ou sem ter um site. Basta clicar em Nome/URL, colocar seu nome e comentar. Sejam bem vindos! ;)

Canções do Varal

Seguidores

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...