"A minha intimidade? Ela é a máquina de escrever. " Clarice Lispector

"A minha intimidade? Ela é a máquina de escrever. " Clarice Lispector

sábado, 21 de maio de 2011

Carta não enviada nº 13 - Eu não quero respostas




Sofia,

Sem  mesmo saber que lhe perguntei, você me respondeu. Mas não era sincronia. Sabia que ia chegar a hora de você dizer desta questão...
Mas, sei lá... Ainda soa como se não tivesse respondido. Não gosto de respostas! Mesmo as suas... Quem diria... Doravante, perguntarei menos...
Mentira! Não consigo... A dúvida é minha arte. Nada que faço advém de respostas... Você também é uma pergunta, mesmo buscando, também não quero respostas que dizem de você. Antitético isso, sim... Como todo não querer é um querer...
Abraço fraterno,

Stella  

Saiba mais sobre esta e as outras cartas: http://raquelamarante.blogspot.com/2011/03/cartas-nao-enviadas-n-0.html

5 comentários:

  1. Se sei que a resposta é triste prefiro a dor da duvida.


    Beijos querida!

    ResponderExcluir
  2. Porque quando se sente, não é necessário respostas, pois perguntas também são dispensáveis.

    ResponderExcluir
  3. Pergunta e Resposta afins de um fim, infinitamente sem-fim infinito.

    Sem saber, sem querer e sem porquês,
    isso de fazer "da dúvida uma arte" em seu abraço fraterno:

    filo Sofia...

    ResponderExcluir
  4. Tudo me dói aqui. Deve ser bom...

    ResponderExcluir

Você pode fazer comentários mesmo sem ter uma conta do Google ou sem ter um site. Basta clicar em Nome/URL, colocar seu nome e comentar. Sejam bem vindos! ;)

Canções do Varal

Seguidores

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...